HUMBERTO DELGADO: quem havia de dizer?!

    Sabia-se que Humberto Delgado assumira publicamente as suas simpatias para com a Alemanha nacional-socialista em dois artigos publicados na Revista do Ar, em 1941. Afirmara então que «[Hitler] O ex-cabo, ex-pintor, o homem que não nasceu em leito de renda amolecedor, passará à História como uma revelação genial das possibilidades humanas no campo…

A rir é que a gente se entende: neologismo

      So.cra.te.ar elem comp (lat solu + gr -kratés + ear) 1. Ocultar ou encobrir com astúcia e má-fé; disfarçar com cinismo. 2. Não dar a perceber, esconder, calar. 3. Fingir, simular inocência. 4. Usar a dissimulação; proceder com fingimento, hipocrisia. 5. Desviar o assunto; fugir das responsabilidades. 6. Fazer recair as culpas nos amigos (mesmo que familiares) mais próximos. 7. Negar despudoradamente as evidências. 8. Defraudar, iludir; praticar…